A suplementação é importante, também, em outros esportes

De volta para Blog
Suplementação também é importante nos outros esportes

A suplementação é importante, também, em outros esportes

Independente da modalidade, o esporte são ótimos para quem deseja perder gordura, aliviar o estresse e criar um hábito de vida mais saudável. Além dos benefícios físicos, o esporte também melhora a auto-estima, ajuda no bem-estar e, até mesmo, faz com que o praticante a ser uma pessoa mais feliz e realizada.

Acompanhado de hábitos alimentares saudáveis, o esporte também pode ser acompanhado pela suplementação. O uso de suplementos é mais comum na musculação, mas qualquer esporte pode ser intensificado com o uso correto e acompanhado por profissionais – aqueles que, além de melhorar o desempenho físico, também são aliados em uma alimentação mais completa e nutritiva.

A importância da suplementação

A suplementação, muito utilizada pelas pessoas que fazem musculação, crossfit e outros exercícios de grande impacto, é uma maneira de fornecer ao corpo mais nutrientes e mais energia para o desempenho deste é maior, sem danos para a saúde e o desenvolvimento do praticante ou atleta.

Os suplementos são complementos da dieta do paciente, e não um substituto dos mesmos. Em alguns casos, a pessoa tem alguma necessidade específica e só a dieta não dá conta do recado, sendo necessário adicionar outros tipos de vitaminas na dieta. A maioria dos nutricionistas recomendam avaliações rígidas antes de o atleta/praticante para começar a adicionar os suplementos em sua alimentação.

Os atletas têm maior necessidade de proteínas e carboidratos para gastar mais energia, e é por isso que os nutricionistas recomendam hidratos de carbono, alguns aminoácidos e proteínas variadas para auxiliar no desempenho destes. Todos devem realizar uma consulta com um profissional. Neste caso, o nutricionista é o profissional responsável pela avaliação do paciente e passar para ele os suplementos alimentares necessárias.

Tipos de suplementação

Existem dois tipos de suplementação pré-treino e pós-treino. Existem também várias composições destes. Vitaminas, minerais, proteínas, cafeína e carboidratos são as composições que são adicionais, mais comum, conhecida e consumida.

A cafeína é usada para dar ao atleta a energia necessária e, também, dar o impulso e vitalidade perdida após o esforço físico. Apesar de as vantagens de ser refrescante, a cafeína deve ser administrado com cuidado e seu consumo deve ser feito com um acompanhamento nutricional e física, pois em excesso pode levar a problemas cardíacos.

Os suplementos de proteína são os mais utilizados por iniciantes, mas isso não significa que os outros atletas não podem fazer o seu uso. A proteína é, em muitos produtos de origem animal, como leite, queijo e ovos. A carne também é rica em proteínas. Por ter componentes mais “de rotina”, como carne ou de alimentos de origem animal, o suplemento de proteína é muito usado para fornecer ao paciente – praticante ou atleta – além de que a fonte de alimentação. Muitas pessoas não se alimentam bem, devido a correria do dia-a-dia e a suplementação de proteína torna-se essencial nestes casos.

As proteínas são subdivididos em: – proteína de caseína (rico em aminoácidos, que são responsáveis por auxílios aumentar a massa muscular, e arginina, responsável por hormônios de crescimento), proteína de soja (rica em arginina e glutamina, que dilata os vasos sanguíneos fazendo com que os nutrientes sejam absorvidos pelos músculos mais facilmente), muito adequado para pessoas vegetarianas, e a proteína albumina (proteína de origem responsável pelo aumento da energia e reconstrução muscular, dando-lhe mais disponível para o utilizador).

Suplementar de vitaminas e minerais são os mais natural, por assim dizer, porque passar por alguns processos de refinamento e práticas industriais. Escolhido, geralmente, por pessoas que querem aumentar a potência, mas sem exageros, os suplementos de vitaminas, minerais e carboidratos são mais fáceis de ser substituído. Todos estes mencionados dar-lhe energia e revigoram a vivacidade e o pulso do usuário, fazendo com que o rendimento em seus treinos.

Há também os isotônicos – repositores de minerais e o termogênico, que geram o calor do corpo, tornando o usuário gastar mais energia. Todos os suplementos podem ser comprados em lojas de produtos naturais, esportes ou on-line. Os preços variam entre R$ 30 e R$ 290.

O esporte e a suplementação

Quando as palavras “esporte” e “suplementação” estão na mesma frase, é quase impossível não pensar que a musculação, mas se engana quem pensa que a suplementação é apenas para a prática do esporte. A variedade de esportes de futebol, golfe, natação, boxe, vôlei e basquete – pedir para certos tipos de suplementos, seja para melhor desenvoltura ou maior segurança na saúde.

A natação exige que o atleta a um maior fôlego e muita força nos membros, características que podem ser melhoradas com as proteínas, cafeína ou hidratos de carbono. Por ser um esporte que exige muita força de braços, pernas e abdômen, especialmente os nadadores – profissionais, amadores ou profissionais – precisam ter uma dieta rica em alimentos que fornecem a energia e a resistência. Massas, carboidratos e proteínas são indicadas, mas na escolha da suplementação, o mais adequado é a preferência para os suplementos de hidratos de carbono e a termogênese, o que ajuda na perda de gordura e a reposição de vitaminas. A cafeína é pouco indicado nestes casos, mas não é totalmente dispensada.

Falando de esportes, o que não pode faltar é o voleibol. Assim como na natação, o termogênico é indicado para a reposição de energia, minerais e sais que são eliminados pelo corpo através da transpiração, e, também, para ajudar na perda de gordura e ganho de músculos. No futebol não é diferente. Na verdade, a maioria dos esportes que exigem grande substituição de sais pela perda do mesmo em suor. Além de repor os sais minerais que o corpo elimina, o termogênios proporcionam uma sensação de energia sem sobrecarregar ou imersão – o corpo.

Recomendações gerais

Assim como qualquer questão que envolve a saúde e a prática de atividades físicas, é indispensável a consulta com um profissional qualificado e de confiança.

A confiança e a hora em pessoas que não têm formação profissional é arriscado e pode comprometer seriamente o praticante/atleta. Além da recomendação de sempre procurar um profissional na área de atividade física ou nutrição, o ideal é realizar exames de rotina para ver se o corpo pode ou não pode arcar com mais nutrientes do que o habitual.

Praticando com sabedoria e com prudência, a suplementação alimentar só tem a acrescentar para a prática do esporte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

De volta para Blog